Eu te sinto. Você me sente mas não vê.


Eu vejo você, desconhecida. Mas você não!

loira, lápis contornando e destacando seus olhos curiosos e penetrantes a olhar para a paisagem que te cerca.

Eu sinto contornar seu corpo, sua pele branca que majestosamente parece nunca ter sido tocada.

Você me sente a toda hora, vez ou outra até me chama,

Você sorri na minha presença.

As vezes você abre seus braços como se me quisesse inteiramente pra você,mas acabo escapando por entre seus dedos. Uma pena!

Seu sorriso me acalma,

faz de minhas tempestades um movimento sereno.

Ah, seu perfume!

Como ele é bom e viciante.

Gosto de dividir esse prazer fazendo com que todos também sintam sua essência através de mim.

Você sabe quem/como sou,

você sobre mim/eu estou nas mais belas e tristes poesias,

não sabe de onde eu venho,

não me entende.

A cada momento te conheço e desconheço.

Muito prazer minha Querida Desconhecida!


(TANIMOTO,Elam)

11 comentários:

Ahh que bonitoo! Japinha poeta! ;)

 

Nossa... muito linda a maneira como retrata uma desconhecida (será msm desconhecida?). Parabéns pelo primeiro post... =D Bjoo

 

Estou nas belas e tristes poesias...
Muito bom, Elam, nice poema :)
Beijão

 

ual \o/ Parabéns! Me sinti uma desconhecida , KKK

 

Bem legal brother...
tu escreve mui bueno!

 

nossa!... queria verdadeiramente saber quem é...
bem, eu tenho algo a dizer ... então aí vai: " i read our talk several times and i notice each little piece of her face and eyes and mouth..."
hahaha
in loving...
"y"

 

Olá! Me encantei pela maneira que você escreve! Continue assim que eu vou continuar a ser quem sou... Bjs.

 

Muito bom Elamzinho,tu escreve demais,sempre!sou suspeita pra falar.
ADOREI
Beijos ;*

 

~ não canso de ler esse poema.. '-'

 

P miim *_______________________*

 

Postar um comentário

Páginas